Educação Empreendedora nas Escolas: Entenda a Importância de Investir

Com a evolução das necessidades dos alunos e também do mercado de trabalho, a educação empreendedora vem sendo cada vez mais interpretada como algo essencial de ser trabalhado nas escolas. 

O futuro e a vida adulta das crianças em idade escolar não está mais associado somente a profissões formais e embasadas em graduações tradicionais, por exemplo. O empreendedorismo é uma opção altamente viável hoje em dia, e desenvolver as habilidades que essa carreira exige também faz parte da formação educacional.

Neste artigo, você vai entender mais sobre o que é educação empreendedora, qual a importância de desenvolvê-la na escola e como você pode investir nisso contando com o apoio de consultorias e plataformas especializadas. Continue a leitura!

O que é educação empreendedora

Antes de falar sobre o que é educação empreendedora, é válido trazer aqui brevemente uma apresentação sobre empreendedorismo. Este é um ramo profissional onde ideias inovadoras são transformadas em negócios para solucionar algum problema relevante de um ou mais grupos de pessoas, segmentos ou setores.

É uma carreira, no entanto, bastante desafiadora devido às incertezas que rondam esse universo. No empreendedorismo, muitas variáveis podem influenciar no sucesso ou não de um negócio, e é preciso ter resiliência e determinação para conseguir lidar e não desistir.

E é aí que entra a educação empreendedora: além de ter contato com essa possibilidade de carreira e futuro já na fase escolar, as crianças e jovens desenvolvem competências fundamentais para seguirem nessa jornada.

O empreendedorismo é considerado como um processo contínuo de testes e aprendizagem, e de compreender a importância de colocar a mão na massa. Mostrar isso desde a juventude contribui muito para que o entendimento esteja claro quando esses novos empreendedores começarem a atuar. 

Assim, a educação empreendedora nas escolas busca estimular o senso crítico, a resiliência para lidar com problemas complexos e a criatividade para solucioná-los de forma inteligente.

Vantagens da educação empreendedora

Agora que já entendemos o conceito de educação empreendedora, é hora de destacar um pouco sobre as vantagens e a importância direta de trazer esse tema para a sala de aula.

O primeiro ponto que queremos destacar é o fato de que a sua instituição será considerada como inovadora por levar aos alunos um tipo de conhecimento que não é tradicional. Não será nas aulas de matemática, português ou biologia, por exemplo, que esse tipo de habilidade empreendedora será desenvolvida. 

A formação empreendedora está ancorada em uma educação mais ampla e multidisciplinar, que preze por debates onde os estudantes possam construir argumentações, e por atividades de resolução de problemas da humanidade onde possam planejar e executar soluções.

E o mais interessante disso tudo é que as habilidades e competências que fazem sentido para o empreendedorismo são importantes também para o ingresso no mercado de trabalho em geral, o que já prepara os estudantes de forma completa para a vida adulta.

A educação empreendedora forma cidadãos com habilidades de pensar de forma otimista, saber correr riscos, ter resiliência para lidar com imprevistos e frustrações, liderar outras pessoas e ter proatividade e determinação. 

Tudo isso (e muito mais) faz parte do que se considera como competências para o empreendedorismo, mas também para viver e trabalhar no mundo atual. Por isso é tão importante ser trazido e desenvolvido nas escolas.

Como implementar na sua instituição de ensino

Existem diversos caminhos que podem ser adotados para implementar a educação empreendedora na sua instituição de ensino. Um deles é através das metodologias de aprendizagem ativa, que buscam, em essência, dar voz aos estudantes e estimulá-los a compartilhar suas ideias e não simplesmente absorverem de forma passiva o conhecimento passado pelos professores.

Outro caminho é o de aproximar os conceitos e conhecimentos do empreendedorismo das crianças e jovens em fase escolar, para que se familiarizem desde cedo com este universo. Programas que estimulam o desenvolvimento de ideias inovadoras e o contato com empreendedores atuando como mentores nesse processo podem ser uma das maneiras.

Como é o caso do programa S@S (Startup at School) desenvolvido pela Inicie Conteúdos, da Inicie Educação. A iniciativa consiste em um projeto com duração de seis meses onde são reunidos grandes nomes do empreendedorismo brasileiro e fundadores de startups para instigar e mentorar os alunos na criação de suas ideias de negócio.

Através do S@S, os estudantes da sua instituição que tiverem interesse em participar são reunidos em grupos para desenvolverem ideias inovadoras para solucionar algum problema que identifiquem na sociedade.

Ao final dos seis meses, os estudantes precisam apresentar suas ideias de negócio através do modelo conhecido como pitch para uma banca de mentores. Ao longo de todo o processo os empreendedores acompanham e orientam os alunos, porém é na etapa final de apresentação que eles são avaliados com base no que construíram e recebem dicas de como poderiam melhorar ainda mais as ideias. 

Isso traz um grande processo de aprendizado empírico aos estudantes que não é oferecido na educação tradicional. Com o apoio da Inicie Conteúdos, você consegue elevar a sua instituição de ensino para outro patamar de educação empreendedora e engajar cada vez mais seus alunos.

Para saber mais, continue acompanhando o nosso blog e compartilhe este conteúdo e o que mais achar interessante com seus colegas! Vamos construir juntos uma educação cada vez mais inovadora!

Recent Posts

Leave a Comment